Assiste hoje mesmo às nossas aulas em vídeo com centenas de exercícios resolvidos. Aproveita e esclarece as tuas dúvidas todas!

Quem inventou o zero?

pequenas respostas para grandes perguntas

Muito frequentemente, quando pensamos nos árabes e na sua contribuição para o mundo, vem-nos à cabeça a história de Ali Babá, as danças do ventre, os poços de petróleo, etc. No entanto, o seu contributo estende-se muito mais além, nomeadamente na área da matemática. Tanto o desenvolvimento da álgebra como da trigonometria podem ser imputados aos árabes. Mas além desse enorme contributo, também é frequente ser-lhes atribuída a invenção de um símbolo para representar o nada, ou seja, o zero. Porém, isso não é verdade!

Quem inventou o zero?

Então quem inventou o zero?

A resposta a esta pergunta não é simples. Já há dois mil anos a.C. que os babilónios deixavam um espaço entre os números para indicar um lugar vazio. Só muito mais tarde, é que esse mesmo povo, que habitava numa zona que corresponde hoje ao Iraque, inventou um símbolo para substituir o espaço vazio. Assim sendo, o mais antigo registo escrito do aparecimento do zero, surge por volta do ano 300 a.C., ainda no tempo da escrita cuneiforme.

Os antigos gregos, muito influenciados pelos conhecimentos de astronomia provenientes da Babilónia, também sentiram a necessidade da existência de um símbolo para representar o zero. Para isso, foi escolhida a letra grega ómicron, em tudo idêntica, ao símbolo que é utilizado atualmente. Em abono da verdade, tanto por parte dos babilónios como por parte dos gregos, nenhum destes povos ainda considerava o zero como sendo um número. Era apenas um símbolo que representava o vazio, ou seja, a existência do nada. Aristóteles, o famoso filósofo grego, foi dos primeiros a falar do zero como um conceito matemático. Associou o zero, ao conceito de velocidade nula, quando estudava o movimento de corpos físicos.

O zero como número, de pleno direito, apenas surge por volta do ano 500 d.C. por parte dos hindus. Definir graficamente um símbolo, para representar o zero, foi uma avanço de extrema importância no sistema de numeração decimal. Sem esta invenção, o nosso sistema numérico não funcionaria. É este pequeno símbolo, que nos permite distinguir o número `43` do número `403`. Ficamos assim cientes, que este último número, pode ser obtido pela soma de quatro centenas e três unidades, não sendo necessário acrescentar qualquer dezena.

Resumindo, os babilónios foram os primeiros a inventar um símbolo para representar o vazio, os gregos compreenderam pela primeira vez o conceito do zero, mas foram os indianos que utilizaram o zero pela primeira vez como número. Tal como na maior parte das descobertas importantes, nenhuma delas surge da cabeça de uma pessoa só. A maior parte das grandes ideias vai evoluindo a partir de pequenas ideias anteriores.

   Foi interessante? Então partilha!

Gostarias de referir este texto num trabalho escolar?

NUNES, Vitor F. R. "Quem inventou o zero?", matematica.pt. Disponível em: https://www.matematica.pt/faq/quem-inventou-zero.php, acedido em 23 de Julho de 2024.



Utiliza este espaço para comentários ou dúvidas

Neste local poderás colocar os teus comentários e as tuas dúvidas. Todas as mensagens que não estiverem diretamente relacionadas com este tema, ou que eventualmente contenham linguagem considerada imprópria serão removidas.

Ainda não foram colocados quaisquer comentários/dúvidas.
Enviar Comentário/Dúvida




escrever carta

Consulta a nossa Lista de Perguntas para ficares a conhecer um pouco mais sobre os mais diversos temas relacionados com a matemática. Caso tenhas alguma pergunta (matemática) pertinente, cuja resposta não consigas encontrar facilmente, envia-nos um email através da página Contactar com essa dúvida. Teremos todo o gosto em responder. Na eventualidade de detetares algum erro nas nossas respostas, não hesites em avisar-nos!